Home 
19/05/2022 às 09h03
Prefeitura de SMT realiza ações alusivas ao dia 18 de maio

Atividades marcam a Campanha Faça Bonito - de Combate ao Abuso e Exploração Infantil.

Da Redação | Jornalista Valter Lima

Nessa quarta-feira, 18 de maio, fazendo parte do calendário de atividades da Campanha Faça Bonito – para conscientização e prevenção pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Prefeitura de São Miguel do Tapuio por meio da Secretaria de Promoção e Assistência  Social, juntamente com Conselho Tutelar, unidades do CRAS, CAPS, CREAS, Nuca e Secretaria de Educação, realizou programação alusiva à data, com enfoque ao  Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes no município.

Durante a manhã houve uma caminhada e blitz educativa com o tema "Faça Bonito", em alusão ao 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Já na parte da noite no prédio do CRAS-Centro, no auditório do bolsa família, aconteceu a solenidade de lançamento da Campanha Faça Bonito, que contou com a presença do prefeito local, Pompílio Evaristo Cardoso Filho (PSD), representantes do Ministério Público, do Judiciário local, Conselho Tutelar, Vereadores, Secretaria de Saúde e de Educação e diretores de hospitais, marcado também por palestra sobre o tema.

Calendário de atividades da Campnha Faça Bonito - São Miguel do Tapuio 

“Esta solenidade é um importante momento para discutirmos sobre esse mal que assola bastante a sociedade e como a participação de todos é fundamental para proteger, cuidar e preservar nossas crianças e adolescentes. Juntos vamos fazer a diferença” – frisou o prefeito Pompílio Filho.

Com o objetivo de realizar atividades de mobilização da sociedade com foco na prevenção de violência sexual contra crianças e adolescentes, bem como instigar a sociedade a denunciar casos de crimes dessa natureza, o município realiza, de 11 a 31 de maio, uma série de atividades/ações que fazem parte da Campanha Faça Bonito.

Sobre o 18 de maio:

Essa data foi instituída em 2000 pelo projeto de lei 9970/00. A escolha se deve ao assassinato de Araceli, uma menina de oito anos que foi drogada, estuprada e morta por jovens de classe média alta, no dia 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). Esse crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje permanece impune.

Fotos: Valter Lima | Tapuio Notícias


Link
Comentar pelo facebook:

Notícias relacionadas