Home 
13/04/2019 às 07h43
SMS de Assunção do Piauí inicia Campanha de Vacinação contra Influenza 2019

Nesse primeiro momento a vacina está disponível no Posto de Saúde Assunção, na sede do município, porém, se estenderá posteriormente para todas as localidades da zona rural.

Da Redação

Nesse primeiro momento a vacina está disponível no Posto de Saúde Assunção, na sede do município, porém, se estenderá posteriormente para todas as localidades da zona rural.

Seguindo os requisitos da 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que iniciou na última quarta-feira (10/04), a Secretaria Municipal de Saúde de Assunção do Piauí já disponibilizou a vacina para o público alvo da sede do município, com atendimento no Posto Assunção.

De acordo com a Coordenadora da Atenção Primária em Saúde do Município, Monalisa Arrais, por enquanto, a vacina atenderá o público da sede do município, mas, nos próximos dias haverá a conclusão de um cronograma vacinal que estenderá o atendimento para todas as localidades da zona rural. O Dia D de Vacinação será no dia 4 de maio, onde as unidades de saúde estarão abertas no atendimento ao público.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A definição, de acordo com o Ministério da Saúde, também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente o vírus da gripe. A meta é imunizar pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

A vacina é contraindicada às pessoas que tenham histórico de alergia a ovo e no caso de doenças febris agudas, recomenda-se adiar a vacina até a resolução do quadro.

A doença

De acordo com a Agência Brasil, a influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes.

No Brasil, devido as diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nas unidades federadas.

Os grupos prioritários incluem crianças com idade entre seis meses e seis anos; gestantes e puérperas (45 dias após o parto); trabalhadores da área da saúde; professores (monitores ou outros funcionários da educação não estão inclusos); idosos com 60 anos ou mais e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, desde que tenham em mãos a receita medica recente.

Veja as informações das etapas e grupos prioritários:

P U B L I C I D A D E


Link
Comentar pelo facebook:

Notícias relacionadas