Home 
25/07/2018 às 14h59
Moradora denúncia queimada de lixo em quintais na zona urbana de São Miguel do Tapuio

O dano ambiental vem causando sérios problemas respiratórios desencadeados pela fumaça desses locais.

Da Redação

Uma moradora do bairro Matadouro, em São Miguel do Tapuio/PI, enviou reclame, na manhã desta quarta-feira (25), ao Tapuio Notícias, onde, indignada, chama a atenção das autoridades locais, para os casos rotineiros de queimadas provocadas em quintais de domicílios, por moradores, casos que acabam causando muita fumaça, prejudicando o meio ambiente e também a saúde dos vizinhos.

De acordo com a denunciante, a maioria das pessoas não fazem o descarte correto do lixo, pois em vez de colocar em sacos plásticos para serem recolhidos pelo caminhão do lixo acabam ateando fogo, causando danos à saúde da população.

A moradora do citado bairro, que não quis que a sua identidade fosse revelada, faz uma apelo às autoridades locais para que estas tomem as devidas providências cabíveis no sentido coibir tal pratica danosa à população de forma geral.

Crime ambiental

De acordo com o Artigo 250 do Código Penal, queimar qualquer coisa em ambiente aberto causando incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem é considerado crime, além de causar problemas à saúde e poluição. A pena é de reclusão de 3 a 6 anos, além de multa. As penas podem ser aumentadas em um terço se o crime é cometido com intuito de obter vantagem pecuniária em proveito próprio ou alheio. No caso de incêndio doloso, ou seja, quando há intenção de queimar, a pena de detenção pode chegar a ser de 6 meses a 2 anos de prisão.

Vale lembrar que em queimadas são emitidos vários poluentes e substâncias altamente tóxicas, cujos efeitos podem ir de intoxicação, problemas respiratórios até a morte por asfixia. A situação tende a se agravar durante os períodos de baixa umidade.

P U B L I C I D A D E 


Link
Comentar pelo facebook:

Notícias relacionadas