Home 
08/07/2018 às 14h39
Governador Wellington Dias comenta liminar de soltura de Lula e critica Moro

O desembargador federal Rogério Favreto, do TRF-4, decidiu neste domingo, conceder liberdade ao ex-presidente.

Bruna Dias/R10

O governador Wellington Dias comentou neste domingo sobre a liminar do desembargador federal Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4),que concede liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso desde 7 de abril deste ano em Curitiba.

Confira a declaração do governador do Piauí na integra:

O Desembargador Federal Dr. Rogério Favreto fez cumprir a Constituição e a lei. Soube que o Juiz Sérgio Moro, um juiz de primeira instância, quer revogar a decisão de uma Instância supeior a ele. Moro não é mais juiz, age como um militante anti Lula e isto é inaceitavel. Saiu do campo jurídico para pura perseguição. 

Ele foi detido como preso provisório, sem condenação definitiva. Quantos estão respondendo em liberdade? Veja que os narcotráficantes que mataram e incendiaram Fortaleza, foram soltos, respondem em liberdade. E o Lula querem preso. A maior ameaça que o Lula causa é vencer as eleições de 2018 pela força do povo. É isto que está em jogo. 

Querem vencer uma eleição impedindo que ele concorra. Na democracia, para vencer precisa de voto. Está provado que Lula não cometeu qualquer crime para estar na prisão, então, é perseguição mesmo e isto não podemos aceitar. Falei com a presidente do PT e ela disse que a batalha não é mais no campo jurídico e sim contra o uso da caneta do senhor Moro para um fim político.

P U B L I C I D A D E


Link
Comentar pelo facebook:

Notícias relacionadas