Home 
18/12/2017 às 08h25
Jovem é morto em troca de tiros com a policia após assalto à residência em São Miguel do Tapuio

Segundo a polícia, a viatura foi alvejada com disparos de arma de fogo, um revólver calibre 32, que foi apreendido com os acusados.

Portal Samita

Um jovem identificado como José Olavo Cardoso Vasconcelos, de 19 anos de idade, suspeito de assaltar a residência de um professor, no Bairro Matadouro em São Miguel do Tapuio, morreu após troca de tiros com Policiais da 2ª Companhia de Policia Militar. A ação aconteceu por volta das 20h deste domingo, 17 de dezembro.

José Olavo é acusado de ter praticado o assalto acompanhado de outro jovem, identificado como Francisco Carlos Vieira da Silva, também maior de idade, que foi preso e levado para a cidade de Campo Maior, para que seja lavrado o flagrante. A polícia informou que a viatura policial foi alvejada durante os disparos e a arma de fogo, um revólver calibre 32 foi apreendido com os acusados.

A receber a informação de que uma dupla em uma motocicleta teria realizando um assaltado a uma residência da cidade, de posse das informações e das características físicas dos dois indivíduos, uma Guarnição Policial iniciou as diligências com o objetivo de localizar e prender os acusados.

Ao avistarem dois indivíduos com as mesmas características dos assaltantes, os policiais tentaram fazer uma abordagem, mas segundo informações, foram recebidos a tiros. Após revidarem os disparos, um dos acusados foi baleado, socorrido para o Hospital Estadual José Furtado de Mendonça, mas veio a óbito quando estava sendo transferido para Teresina.

DONO DA RESIDENCIA

O dono da residência, professor Edson Paiva, falou com a nossa reportagem e disse que estava participando de um evento no momento que a casa foi invadida. “Estava em casa apenas minha sogra que é deficiente e uma moça que cuida dela, quando entrou os dois meliantes, sendo que um deles colocou a arma na cabeça dessa moça, como ela não tinha nada a entregar para eles, eles levaram um aparelho celular que estava na tomada”, afirmou Edson Paiva.

O professor disse ainda que não sabe a onde aconteceram os disparos entre os acusados e a polícia, mas afirmou que os policiais foram comunicados logo em seguida e sairam em diligências.

Revólver calibre 32 foi apreendido com os acusados (FOTO: Divulgação).

Francisco Carlos Vieira da Silva, preso pela polícia (FOTO: Divulgação).

P U B L I C I D A D E 


Link
Comentar pelo facebook:

Notícias relacionadas