Home 
28/02/2016 às 11h36
Atlético vence, mantém seca do Real no clássico e impõe primeira derrota de Zidane

Campeonato Espanhol

ESPN

O Real Madrid segue sem conseguir vencer o Atlético no Campeonato Espanhol. Neste sábado, em pleno Santiago Bernabéu, os donos da casa, mais uma vez, não foram páreo para os comandados de Diego Simeone, perderam por 1 a 0 e, para piorar, ficaram ainda mais distantes do sonho de título.

Naquele que era também o maior teste para Zinedine Zidane, o técnico conheceu sua primeira derrota com o Real, mais uma vítima de uma boa estratégia de Simeone e gol de Antoine Griezmann. Já são seis jogos do Espanhol que os merengues não vencem o Atlético, o maior jejum do clássico.

A situação fica ainda pior considerando partidas no Bernabéu. Nas duas últimas visitas ao rival pela Liga, o Atlético também havia saído vencedor e, agora, se torna o primeiro time na história a completar três temporadas consecutivas batendo o Real em seus próprios domínios no Campeonato Espanhol.

Além de fazer bem para o retrospecto, o resultado ainda é ótimo para a classificação do Espanhol. Agora, o Atlético abre quatro pontos de vantagem sobre o Real na vice-liderança, 58 a 54, e se candidata para ser o perseguidor oficial do Barcelona, primeiro colocado, nas últimas 12 rodadas da Liga.

Defesa vence ataque

Real e Atlético chegaram para o clássico, respectivamente, com o melhor ataque e a defesa menos vazada entre os times de todas as cinco grandes ligas europeias. O time que fez 71 gols em 25 jogos do Espanhol até aqui, porém, não conseguiu vazar pela 12ª vez os colchoneros em 90 minutos.

Varane, de cabeça, Cristiano Ronaldo, em cobrança de falta, e Benzema, em chute cruzado, tiveram as melhores chances do primeiro tempo, mas não venceram Oblak. O Atlético também ameaçou, inclusive, com a grande oportunidade da etapa inicial, em bela defesa de Keylor Navas após tiro Griezmann.

Jejum? só para o real

Grande nome da temporada do Atlético, Griezmann só havia balançado as redes uma vez nas últimas oito partidas de sua equipe - depois de ter feito 11 gols nos 11 jogos anteriores. Já eram cinco duelos seguidos sem um tento, em jejum que incomodava, mas que não poderia ter melhor hora para acabar.

O gol decisivo veio aos sete minutos do segundo tempo, em jogada com o brasileiro Filipe Luís. Griezmann abriu para o lateral-esquerdo, que logo devolveu, rolando para trás. A bola se ofereceu limpa para o francês, que bateu firme para vencer Navas - que ainda tocou na bola antes de entrar, mas não defendeu.

Pênalti?

Atrás no placar, o Real cresceu, mas não conseguiu pressionar. Aos 42 minutos, porém, quando parte dos torcedores já deixava o Bernabéu, os presentes reclamaram bastante de um pênalti. O brasileiro Danilo entrou na área pela esquerda e foi derrubado por Gabi. Próximo, o árbitro Clos Gómez mandou seguir...

e agora?

Com a derrota, o Real, terceiro colocado, pode ver o Barcelona abrir 12 pontos de vantagem neste domingo, em caso de vitória sobre o Sevilla, às 16h30 (de Brasília). Na 27ª rodada do Espanhol, o time de Zidane tentará buscar a recuperação fora de casa, contra o Levante, já nesta quarta-feira (17h).

O Atlético, por sua vez, tem compromisso um dia antes, no Vicente Calderón, também às 17h (horários de Brasília), contra a Real Sociedad. No momento, a desvantagem para o Barça é de cinco pontos - pode ir a seis ou oito no domingo.


Link
Comentar pelo facebook:

Notícias relacionadas